Que medicamento tomar para reduzir o Colesterol Alto?

Quando surge o diagnóstico de colesterol alto, o primeiro conselho do médico é quase sempre o mesmo: mudar os hábitos alimentares e de prática de atividade física. O objetivo é passar a consumir alimentos com menos gorduras saturadas e iniciar um desporto que se adapte à sua condição física. O que acontece é que é muito frequente que os casos de colesterol alto chegam aos serviços de saúde num momento já avançado do problema ou simplesmente requerem cuidados especiais. Nestas situações a utilização de medicação faz-se obrigatória.

Estatina – a abordagem medicamentosa mais popular

Existem várias formulações no mercado e a mais popular de toda é baseada na estatina. Normalmente, as estatinas são a primeira abordagem escolhida para baixar os níveis de colesterol. Para além deste efeito, o princípio ativo tem também uma ação direta na diminuição dos triglicerídeos, agindo também na elevação suava das taxas de colesterol “bom”. Estudos demonstram que existe uma relação direta entre o consumo de estatina e uma menor probabilidade de passar por um evento cardiovascular, incluindo ataque cardíaco.

A estatina tem sido associada com o surgimento de alguns efeitos colaterais. Na lista de ocorrências registadas estão: problemas intestinais, danos ao fígado (efeito raro) e inflamação muscular. Foi também registado um aumento do nível do açúcar no sangue, posteriormente associado com diabetes tipo 2. Foram relatadas perdas de memória e confusão. Para além destes efeitos foi reportada a interação com outros medicamentos.

Contudo, a FDA está a analisar os relatórios de todos os efeitos mencionados. As primeiras impressões da instituição é que os efeitos adversos notificados não apresentaram um nível de gravidade que pudesse ser considerado preocupante. Para além disso, os efeitos foram considerados reversíveis, uma vez que se observou o seu desaparecimento algumas semanas após a paragem de toma do fármaco.

Um outro dado interessante é que existe uma interação alimentar particular da estatina com o consumo de toranja ou seu sumo, tornando mais difícil a atuação do fármaco.

Quais as estatinas disponíveis no mercado?

  • Sinvastatina (Zocor) –baixa intensidade e recomendada em tratamento prolongado
  • Rosuvastatina (Crestor) –alta intensidade e extremamente eficaz mesmo em doses muito baixas
  • Atorvastatina (Lipitor) –alta intensidade
  • Fluvastatina (Lescol) – baixa intensidade e com bixa interação medicamentosa, sendo indicada para pacientes com outras doenças crónicas
  • Lovastatina (Mevacor)
  • Pravastatina (Pravachol)
  • Pitavastatina (Livalo) – utilizada frequentemente em concomitância com outros agentes potenciadores de melhoria dos níveis de colesterol

Como escolher entre as diversas estatinas disponíveis no mercado?

A escolha de uma estatina específica é feita pelo médico, depois de uma análise que leva em consideração o diagnóstico e do historial clínico. Só depois desta avaliação é possível aferir qual a melhor opção e dosagem para o paciente em questão.

Tem dúvidas sobre qual medicamento escolher ou quer saber mais informação? Clique AQUI.

Niacina

A niacina ou vitamina B, também conhecida como ácido nicotínico, é encontrada em alimentos, mas também está disponível para prescrição médica. Esta substância tem uma ação na redução do colesterol LDL e aumento do colesterol HDL. Também para o consumo de niacina foram reportados alguns efeitos secundários menores que incluem rubor, prurido, formigamento e dor de cabeça.

Fármacos que atuam no intestino

Este tipo de medicamentos são normalmente designados de “resinas de ácido biliar” ou “captadores de ácido biliar”. O seu modo de atuação baseia-se na sua conexão à bílis dentro do intestino, impedindo que seja absorvida para o sangue. A bílis é principalmente constituida por colesterol, por isso, estes medicamentos reduzem o fornecimento de colesterol ao corpo.

Colesterol alto é um problema de saúde que pode ser resolvido de forma simples. No entanto, esta é uma questão que não deve ser ignorada, nem tampouco deixada para resolver depois. Um diagnóstico precoce é essencial para um tratamento de sucesso.

Referências:

MayoClinic – Medicaments para Colesterol

EuroClinix Portugal – Colesterol Alto

WebMed – Baixar o Colesterol com medicação

Esta entrada foi publicada em Colesterol. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *